Defesa Civil de Angra dos Reis avalia áreas de risco depois de temporal

Rio transborda no Parque Manbucaba

A Defesa Civil de Angra dos Reis auxilia a retirar moradores e seus pertences em bairros que ficaram isolados com a forte chuva que atingiu a cidade no final de semanaPrefeitura de Angra dos Reis

A Defesa Civil de Angra dos Reis está avaliando os riscos de deslizamento e desabamento em quatro bairros do município, depois das chuvas intensas que atingiram a cidade do sul fluminense no último final de semana. De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 250 famílias ainda estão fora de suas casas no Parque Mambucaba, onde um rio transbordou.

Pelo menos 50 pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo. Neste momento, engenheiros estão avaliando se as casas poderão ser liberadas. A expectativa é que as famílias possam retornar até o final do dia.

Já nos bairros do Frade, Sertãozinho do Frade e Santa Rita, houve risco de deslizamento de encostas. Várias famílias tiveram que deixar suas casas, mas muitas já retornaram. A Defesa Civil não sabe informar quantas pessoas estão em casas de parentes. Os engenheiros da prefeitura também estão avaliando o solo e os riscos de deslizamento nessas localidades.

Segundo a Defesa Civil, a previsão é que haja uma chuva forte, porém rápida, no final do dia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos