Ban Ki-moon exige que Coreia do Norte encerre todas as atividades nucleares

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou hoje (6) o teste nuclear realizado pela Coreia do Norte e exigiu que o país "cesse todas as atividades nucleares".

"Condeno-o inequivocamente. Exijo que a RPDC [República Popular Democrática da Coreia, nome oficial] cesse todas as atividades nucleares", disse Ban Ki-moon, em uma declaração à imprensa antes do início de uma reunião de emergência do Conselho de Segurança sobre a situação.

Para o secretário-geral, o teste - o quarto realizado pelo regime de Pyongyang - é "muito preocupante", "profundamente desestabilizador para a segurança regional" e "gravemente nocivo para os esforços internacionais de não proliferação", acrescentou.

Ban Ki-moon sublinhou ainda que o ensaio nuclear constitui uma "nova violação flagrante de várias resoluções do Conselho de Segurança" que proíbem Pyongyang de realizar atividades nucleares.

A Coreia do Norte anunciou hoje ter realizado um ensaio bem-sucedido de uma bomba de hidrogénio com "um dispositivo miniaturizado".

Três ensaios nucleares norte-coreanos, realizados em 2006, 2009 e 2013, levaram à imposição de uma série de sanções da ONU ao país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos