Brasil precisa se defender de agravamento da crise internacional, diz ministro

O ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, disse que o Brasil precisa se defender de um possível agravamento da crise econômica internacional. "É necessário criar, de maneira responsável, mecanismos que possibilitem ao país superar este período de turbulências, com a força da nossa economia interna", afirmou o ministro, em artigo publicado hoje (6) em seu blog pessoal.

O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, fala à imprensa, no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Para Edinho Silva, é essencial a construção de uma agenda de consenso para o Brasi tomar medidas necessárias na busca de maior eficiênciaArquivo/Antonio Cruz/ Agência Brasil

"Além de iniciativas que levem à retomada do crescimento econômico, é essencial a construção de uma agenda de consenso para que o Brasil possa tomar as medidas necessárias na busca de maior eficiência e competitividade internacional", acrescentou.

Sem mencionar o processo de impeachment aberto na Câmara dos Deputados contra a presidenta Dilma Rousseff, Edinho também defendeu o diálogo contra "as mesquinhas disputas político-partidárias".

"Se o diálogo vencer as mesquinhas disputas político-partidárias, se medidas de fortalecimento da economia forem aprovadas - repito, sempre de forma responsável -, o Brasil tem todas as condições de, em breve, retomar o crescimento, a geração de emprego e renda, voltando a ser exemplo de superação da longa crise econômica mundial", concluiu Edinho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos