Alemanha identifica 31 suspeitos de envolvimento em agressões no réveillon

O Ministério do Interior alemão anunciou hoje que identificou 31 suspeitos de envolvimento nas agressões e roubos que ocorreram na noite do réveillon na cidade de Colônia, 18 dos quais são requerentes de asilo.

"Dos 31 suspeitos cujos nomes conhecemos, 18 são requerentes de asilo", afirmou o porta-voz do Ministério, Tobias Plate, sobre os suspeitos de roubos e agressões. Plate disse também que os autores das agressões sexuais ainda não foram identificados.

A polícia estadual de Colônia confirmou que houve 121 queixas de agressão, que vão desde dois casos de estupro a vários relatos de agressão sexual, no que foi, aparentemente, uma onda de ataques coordenados em meio à multidão que se juntou nas ruas para celebrar a chegada do novo ano, em 31 de dezembro.

As vítimas dos ataques disseram que os autores eram homens "de aparência árabe ou do norte de África", dando origem a um debate sobre a capacidade de a Alemanha integrar os quase 1,1 milhão de refugiados que procuraram o país em busca de asilo no último ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos