Bombardeios do Iêmen na Arábia Saudita matam três pessoas

Três civis, incluindo uma criança, foram mortos por bombardeios do Iêmen numa região fronteiriça da Arábia Saudita, informa hoje (8) a imprensa oficial.

Citando a agência de defesa civil, a Saudi Press informou que bombardeios procedentes do território iemenita atingiram a região de Jazan nessa quinta-feira (7) à noite.

"[O ataque] causou a morte de três pessoas, incluindo uma criança, deixando nove feridas, que foram levadas para o hospital", disse o porta-voz da agência, Yahya Abdullah Al Qahtani.

Desde o fim do ano passado, os rebeldes houthis têm intensificado os ataques com foguetes na fronteira, tendo também disparado mísseis balísticos.

Cerca de 90 civis e soldados morreram vítimas de bombardeios nas regiões fronteiriças sauditas desde março, quando uma coligação militar liderada pela Arábia Saudita começou uma ofensiva aérea e terrestre contra o Iêmen.

A coligação apoia as forças locais contra os rebeldes e seus aliados, que tomaram território do governo reconhecido internacionalmente.

No Iêmen, mais de 5.800 pessoas morreram desde março, sendo que cerca de metade eram civis, de acordo com as Nações Unidas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos