Manifestação contra reajuste nos preços de ônibus termina em prisões no Rio

O confronto entre um grupo de manifestantes contra o aumento da passagem de ônibus terminou com vários detidos na noite de hoje (8). O tumulto ocorreu por volta das 20h quando um pequeno grupo entre os manifestantes começou a jogar morteiros e a atirar pedras no prédio da Guarda Municipal.

Um dos manifestantes apanhou e levou choque dos policiais militares. O Batalhão de Operações Especiais e policiais de Operações Táticas, com cães, chegaram por volta das 21h. Um ônibus chegou a ser depredado e lixeiras e cones foram queimados. Pessoas que saiam do trabalho ficaram sem ter como voltar para casa, pois os ônibus deixaram de circular.  "Moro em Duque de Caxias e não sei o que fazer, porque o ônibus que eu pego não está passando", disse  Maria da Graça Sousa. "Ninguém merece trabalhar o dia inteiro", desabafou ela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos