Ataque russo contra prisão da Al Qaeda deixa 81 mortos no noroeste da Síria

Síria

"O número de vítimas subiu para 81 mortos, incluindo 52 civis e prisioneiros, e 23 combatentes da Al-Nosra", disse a organização não governamental Swaidan

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) aumentou hoje (10) para 81 o número de mortos, incluindo 52 civis e prisioneiros, nos ataques da aviação russa contra uma prisão da rede terrorista Al Qaeda, no noroeste da Síria.

"O número de vítimas subiu para 81 mortos, incluindo 52 civis e prisioneiros, e 23 combatentes da Al-Nosra", disse a organização não governamental, acrescentando que "há também seis mortos entre os rebeldes que estavam no edifício para tratar de questões administrativas".

Esta é a terceira atualização do número de vítimas, que num primeiro momento tinha sido estimado em 39, e depois em 57 mortos.

A Rússia começou a intervir no final de setembro para ajudar as tropas do regime sírio a enfrentar os rebeldes e jihadistas. No final de dezembro, a OSDH afirmou que os ataques tinham feito 2,3 mil vítimas mortais em três meses, das quais um terço são civis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos