Autoridades turcas suspeitam de explosão de "origem terrorista"

As autoridades turcas suspeitam que a violenta explosão que deixou hoje (12) pelo menos dez mortos e 15 feridos na Praça de Sultanahmet, no centro histórico de Istambul, perto da Basílica Sainte-Sophie e da Mesquita Azul, teve origem terrorista.

"Suspeitamos de origem terrorista", declarou um representante do governo turco à agência de notícias France Presse (AFP, confirmando relatos de testemunhas que se encontravam no local.

A causa da explosão ainda não é conhecida, mas uma testemunha ouvida pela emissora turca nacional disse que "parecia tratar-se de um atentado suicida, muito próximo do obelisco egípcio na Esplanada da Mesquita".

A explosão, violenta, foi ouvida e sentida na Praça Taksim, a vários quilômetros de Sultanahemet, confirmou à AFP  testemunha que se encontrava no local.

Várias ambulâncias e a polícia chegaram rapidamente à área onde se deu a explosão, segundo imagens dos canais de televisão turcos.

A região foi isolada pela polícia, que bloqueou o trânsito nas imediações como medida de precaução, acrescenta a  TV CNN-Turquia.

A Turquia vive há vários meses em estado de alerta depois do duplo atentado suicida que deixou 103 mortos, em outubro passado, em frente à estação de comboios central de Ancara.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos