Brasil condena atentado que matou pelo menos dez pessoas na Turquia

O Ministério das Relações Exteriores divulgou hoje (12) nota em que o governo brasileiro manifesta sua "profunda consternação" com o atentado que matou pelo menos dez pessoas, na manhã desta terça-feira, em Istambul, na Turquia, e reitera "seu mais firme repúdio a toda e qualquer forma de terrorismo".

"Não há, até o momento, registro de vítimas brasileiras. O Consulado do Brasil em Istambul acompanha a situação de perto, com vistas a prestar o apoio cabível aos brasileiros que se encontrem naquela cidade", diz a nota do Itamaraty.

A explosão no centro histórico de Istambul foi "um atentado suicida realizado por uma pessoa de origem síria", declarou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

"Foi um homem-bomba de origem síria que perpetrou este ato terrorista", disse Erdogan em discurso na capital turca, Ancara. Erdogan acrescentou que "a Turquia é o primeiro alvo de todas as organizações terroristas ativas na região".

A forte explosão ocorreu às 10h18 (horário local, 6h18 em Brasília) no antigo hipódromo, perto da Basílica de Santa Sofia e da Mesquita Azul, os dois monumentos mais visitados na maior cidade do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos