Servidores do Rio vão protestar contra municipalizaçao de hospitais

O Sindicato dos Servidores Públicos do Município do Rio de Janeiro (Sisep-Rio) vai realizar na segunda-feira (18) um ato contra a municipalização de hospitais estaduais e o corte de gratificações. O protesto está marcado para às 11h30, em frente à prefeitura, na Cidade Nova, centro do Rio. De acordo com o diretor jurídico do Sisep-Rio, Frederico Sanches, se o prefeito Eduardo Paes não dialogar com os servidores, haverá paralisação das atividades.

"Os hospitais do município não conseguirão atender a todos por conta da estrutura precária e pela defasagem do número de servidores. Municipalizar a saúde estadual vai acelerar o sucateamento da saúde no município do Rio", disse o dirigente.

"Eduardo Paes já não cumpriu uma vez a palavra de dialogar com os servidores. Por isso, os servidores municipais vão para o ato com possibilidade de paralisação ou até mesmo greve geral, caso o prefeito não receba o sindicato para iniciar negociação acerca das reivindicações". 

Na semana passada, a prefeitura assumiu a administração do Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, e do Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, devido à grave crise financeira pela qual passa o governo do estado.

Segundo o sindicato, os manifestantes também vão protestar contra o sucateamento do Instituto de Previdência e Assistência do município, o Previ-Rio, a ausência de um plano de cargos e salários para categorias como administrativo e saúde, más condições de trabalho dos guardas municipais, além do corte de gratificações nas secretarias do Desenvolvimento Social, Urbanismo, da Habitação e do Meio Ambiente.

De acordo com o Sisep-Rio, em muitos casos, a gratificação deveria ser incorporada aos salários, como prevê o estatuto do servidor. O corte também afetou aposentados.

Até o fechamento desta matéria, a prefeitura não havia se manifestado sobre o anúncio do ato e as reivindicações do sindicato. 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos