Coreia do Sul pede resposta mais firme ao teste nuclear norte-coreano

The President of South Korea, Park Geun-hye (Mauricio Duenas Castaneda/EPA/Agência Lusa - Todos Direitos Reservados)

A presidenta da Coreia do Sul, Park Geun-Hye Mauricio Duenas Castaneda/EPA/Agência Lusa - Todos os Direitos Reservados

A presidenta sul-coreana, Park Geun-Hye, defendeu hoje (13) uma resposta mais firme ao último teste nuclear da Coreia do Norte. Ela se comprometeu a fazer todos os esforços para estabelecer sanções contra o governo norte-coreano.

Considerando o teste da semana passada como uma provocação grosseira e um "desafio inaceitável" à paz e segurança globais, Park afirmou que é tempo de adotar uma postura mais firme contra o regime norte-coreano.

"As medidas da comunidade internacional contra o último teste nuclear da Coreia do Norte têm de ser diferentes das do passado", disse Park, em enterevista coletiva.

Além de trabalhar com os Estados Unidos para adotar a mais severa resolução possível para punir a Coreia do Norte, Seul vai discutir sanções adicionais com os Estados Unidos e os seus aliados, afirmou a presidenta.

As declarações foram feitas horas depois de os deputados norte-americanos terem votado a favor de sanções econômicas mais severas ao país.

A Coreia do Norte diz que o teste da semana passada foi feito com uma bomba de hidrogênio miniaturizada - o que tem sido questionada por especialistas que consideram o resultado demasiadamente baixo para um dispositivo termonuclear em pleno funcionamento.

Apesar das dúvidas quanto à natureza do dispositivo, trata-se do quarto teste nuclear da Coreia do Norte desde 2006, evidenciando a intenção do país de continuar a trabalhar na sua capacidade de desenvolver armas nucleares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos