Estado Islâmico responsabiliza-se por atentados na Indonésia

Atentado em Jacarta deixa sete mortos

Atentado em Jacarta deixa sete mortosEPA/Roni Bintang/Agência Lusa/Direitos Reservados

Militantes do grupo terrorista Estado Islâmico se responsabilizaram pela série de atentados na capital da Indonésia, Jacarta, nesta quinta-feira (14). "Os alvos dos ataques foram cidadãos estrangeiros e representantes dos órgãos policiais", cita a agência Reuters as declarações dos militantes.

Antes, o chefe da polícia de Jacarta responsabilizou os militantes do Estado Islâmico pelos atentados. Também afirmou que o responsável pelos ataques é um militante de origem indonésia chamado Bahrun Naim, que provavelmente já está na Síria.

Segundo a polícia indonésia, a série de explosões no centro de Jacarta foi organizada pelo grupo de 10 a 15 militantes inclusive alguns homens-bomba. De acordo com testemunhas, depois de a explosão ocorreu um tiroteio, em que pelo menos um policial foi morto. No total, segundo os dados das forças de segurança, o ataque deixou sete mortos. Mais sete ficaram feridos, informou o jornal Jakarta Globe.

Pouco depois dos atentados, o presidente do país, Joko Widodo, qualificou as explosões de ataques terroristas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos