Municípios paulistas decretam estado de emergência por causa das chuvas

Pelo menos três municípios de São Paulo decretaram estado de emergência por causa das chuvas dos últimos dias. Em Piracicaba, o rio que dá nome à cidade transbordou na última terça-feira (12). Dez famílias ficaram desalojadas pela enchente.

Em Poá, na região metropolitana da capital, as chuvas do fim de semana deixaram 150 pessoas desalojadas e causaram prejuízos a comerciantes. A prefeitura de Poá pediu ao governo estadual a liberação de maquinário para fazer o desassoreamento do Rio Tietê de modo a permitir o escoamento das águas que invadiram a cidade. O governo estadual enviou a Poá dois caminhões com mantimentos, produtos de limpeza e de higiene pessoal.

Em Lençóis Paulista, no centro-oeste do estado, o Rio Lençóis chegou a subir 5 metros acima do leito, deixando 800 desalojados e 100 desabrigados. As famílias estão sendo abrigadas em um ginásio de esportes. Há ainda dificuldades no abastecimento de água, devido ao comprometimento da estação de tratamento da cidade.

Desde dezembro, a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de São Paulo registrou cinco mortes causadas por enchentes. Estão atualmente desabrigadas pelos deslizamentos e enchentes 685 pessoas em todo o estado.

A Defesa Civil já enviou auxílio, como kits de higiene e limpeza, para 11 cidades: Nova Campina, Carapicuíba, Suzano, Juquiá, Itapecerica da Serra, Eldorado, Sumaré, São Paulo, Registro, Ribeirão Pires, Cabreuva e Boituva.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos