Prefeito do Rio admite falha em manutenção do zoo fechado pelo Ibama

Rio de Janeiro - Animais do zoo se refrescam com sorvete e banho extra no intenso verão do Rio de janeiro. Em algumas refeições, os tratadores têm oferecido alimentos congelados para os animais do local, na tentati

Apesar do fechamento, a Fundação RioZoo deverá continuar cuidando dos animaisArquivo/Tomaz Silva/Agência Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, se desculpou hoje (15) com a população carioca pelo fechamento do Zoológico da cidade. Ontem (14), o acesso de visitantes foi suspenso pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por causa da situação em que os animais estão mantidos, em jaulas lotadas ou em condições inadequadas.

"Isso é uma falha grave do meu governo. Admito essa responsabilidade, essa falha da administração e desculpo-me com a população. Inaceitável que isso tenha acontecido."

Segundo Paes, será feita uma licitação para escolher um administrador privado para o zoológico na próxima semana, uma proposta que já tinha sido apresentada a órgãos de fiscalização e ao Ministério Público Federal (MPF).

"Não fazia sentido fazer grandes investimentos no zoológico, já que iríamos fazer essa concessão", explicou, durante visita ao Parque Olímpico. O prefeito prometeu fazer pequenas intervenções no local para liberar o acesso.

De acordo com chefe do Núcleo de Fiscalização do Ibama no Rio de Janeiro, Vinícius Modesto de Oliveira, a situação do Zoo do Rio implica em ele deixar de cumprir seu papel de educação ambiental. Em comunicado, Oliveira afirmou que a visitação ao parque "não é mais uma experiência positiva para as crianças ou para a população em geral".

Apesar do fechamento, a Fundação RioZoo deverá continuar cuidando dos animais. Os principais problemas são o grande número de animais em algumas instalações, a necessidade de obras estruturais e a ambientação dos cativeiros, de modo que se assemelhem ao habitat dos animais e permitam que eles mantenham seus comportamentos. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos