Canal de Denúncia da Petrobras recebe mais de 220 acusações em um mês

O novo Canal de Denúncia criado pela Petrobras em novembro passado para fortalecer o processo de governança corporativa recebeu 223 denúncias entre 18 de novembro e 17 de dezembro, primeiro mês de operação do serviço. 

Entre as principais denúncias estão questões de negócios, operacionais e comportamentais. Depois de recebidas e classificadas, elas foram dirigidas para a Ouvidoria-Geral da companhia, que dá seguimento ao processo de tratamento, incluindo encaminhamento para as áreas de apuração e acompanhamento do processo.

Estruturado para funcionar 24 horas por dia, com atendimento em português, inglês e espanhol, o serviço permite que qualquer pessoa, empregada da Petrobras ou não, envie denúncias por website ou telefone. A recepção das denúncias fica a cargo de uma empresa independente.

As denúncias podem ser encaminhadas pelo site da empresa ou pelo telefone 0800 601 6925 para ligações no Brasil (as ligações do exterior são dirigidas para o site da ouvidoria. O denunciante pode também manter o anonimato nos casos envolvendo questões comportamentais (violência física e psicológica, assédio moral e assédio sexual).

O sistema utilizado pelo canal não permite rastreamentos que possam identificar o denunciante. A pessoa recebe um código e pode acompanhar pelo site do canal as providências da companhia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos