Dólar fecha acima de R$ 4,10, maior valor desde o final de setembro

O dólar encerrou o pregão de hoje (20) em R$ 4,105, com alta de 1,23%. O patamar é o maior desde o fim de setembro de 2015. O mercado de câmbio reagiu à queda nos preços internacionais do petróleo.

Nesta quarta-feira, o barril de petróleo caiu para o nível mais baixo em 12 anos e ficou cotado abaixo dos US$ 28. A Agência Internacional de Energia previu que o mercado vai mergulhar "em um excesso de oferta".

As incertezas em relação ao anúncio da nova Selic, taxa básica de juros da economia, também contribuíram para a alta do dólar. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) divulgará em algumas horas a Selic para os próximos 45 dias. Há um temor de que, pressionado pela perspectiva de recessão na economia brasileira, o Copom faça uma elevação menor nos juros básicos que a inicialmente prevista. Atualmente, a taxa Selic está em 14,25% ao ano.

*Com informações complementares da Agência Lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos