Grupo promove ação contra preços de combustíveis no Distrito Federal

Novos preços da gasolina e do óleo diesel

Brasilienses prometem boicotar postos de gasolinaValter Campanato/Agência Brasil

Um grupo com cerca de 13 mil brasilienses promete boicotar os postos de gasolina do Distrito Federal hoje (22). O ato foi organizado por meio da rede social Facebook e pede que a população deixe de abastecer seus veículos para que os donos de postos tenham prejuízo e reduzam o valor dos combustíveis.

Os participantes do movimento prometem parar somente quando o preço da gasolina baixar. Atualmente, o etanol e a gasolina custam nas bombas R$ 3,32 e R$ 3,94, respectivamente. O grupo quer que os preços cheguem a R$ 2,20 e a R$ 3,18, que seriam os valores justos sem o sobrepreço de 20% revelado durante a Operação Dubai, da Polícia Federal (PF), em novembro último.

A operação deflagrada pela PF desarticulou uma organização responsável, há vários anos, por um cartel na distribuição e revenda de combustíveis no Distrito Federal e cidades do entorno, que pode ter causado prejuízo de cerca de R$ 1 bilhão por ano.

A estratégia é boicotar prioritariamente os postos dos grupos BR e Cascol (Gasol).

Para manter o boicote, os particpantes do grupo acertaram o uso de transportes alternativos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos