Hollande garante que nenhuma ameaça fará a França duvidar do que deve fazer

O presidente francês, François Hollande, assegurou hoje (25) que "nenhuma ameaça fará a França duvidar", após a divulgação de um vídeo do grupo extremista Estado Islâmico que apresenta os supostos autores dos atentados de Paris.

"Nada nos assusta, nenhuma ameaça fará a França duvidar em relação ao que tem de fazer para combater o terrorismo", disse o chefe de Estado aos jornalistas durante cerimônia oficial em Nova Deli, na Índia. "Essas imagens não fazem mais do que desqualificar os autores desses crimes", acrescentou.

"Se tomei medidas para prolongar o estado de emergência foi porque sei que essa ameaça existe e que nós não cederemos em nada, nem em relação aos meios para defender o nosso país nem às liberdades", afirmou Hollande.

Os supostos autores do atentado de 13 de novembro são, segundo o vídeo divulgado pelo centro de propaganda do Estado Islâmico, Al-Hayat, quatro belgas, três franceses e dois iraquianos que cometem atrocidades contra pessoas apresentadas como reféns.

Falando em árabe e francês, alguns deles afirmam que sua mensagem é dirigida a todos os países que participam da coligação antijihadista liderada pelos Estados Unidos, que luta contra o Estado Islâmico na Síria e no Iraque desde setembro de 2014.

O vídeo mostra o primeiro-ministro britânico, David Cameron, acompanhado de uma frase em inglês: "Quem estiver do lado dos infiéis será o alvo das nossas espadas". A gravação descreve os jihadistas como "leões" que puseram "a França de joelhos".

As imagens mostram ainda os atentados de Paris e as operações das forças de segurança francesas após os ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos