Ceará, Piauí e Maranhão reativam agência para promover Rota das Emoções

Governadores reativam Rota das Emoções

Governadores do Ceará, Maranhão e Piauí assinam contrato reativando o roteiro turístico Rota das EmoçõesGeromy/Secom-MA/Divulgação

 

Roteiro turístico que envolve os Lençóis Maranhenses, o Delta do Parnaíba e Jericoacoara, a Rota das Emoções volta a ter um órgão de fomento a partir da decisão de reativar a Agência de Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS). Os governadores do Maranhão, do Piauí e do Ceará assinaram hoje (26), em São Luís, um contrato de rateio para reiniciar ações de promoção e desenvolvimento do destino.

A Rota das Emoções tem uma extensão de cerca de 400 quilômetros e é formada por 14 municípios dos litorais maranhense, piauiense e cearense. Começa na cidade de Barreirinhas (MA) e termina em Jijoca de Jericoacoara (CE).

"A integração de destinos, por meio de rotas bem definidas, permite a otimização da estada dos nossos turistas, aumento do faturamento do trade e a ampliação da experiência proporcionada àqueles que nos visitam. Todos saem ganhando", afirmou o secretário executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves.

As conversas em torno da reativação da ADRS ganhou corpo no ano passado, durante a terceira edição do Salão da Rota das Emoções, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) em Jericoacoara.

A ADRS faz parte do Consórcio Público do Norte dos Estados do Maranhão, Piauí e Ceará, criado em 2007, mas estava desativada desde 2012. De acordo com o governador do Maranhão, Flávio Dino, a agência recriada conta com um recurso inicial de R$ 1,5 milhão.

As atividades da agência devem envolver diferentes setores, como infraestrutura, capacitação e meio ambiente. Durante o evento de assinatura do contrato, as secretarias de Turismo dos três estados apresentaram ações que já estão sendo realizadas nos municípios que integram a Rota das Emoções.

O Maranhão, segundo a secretária Delma Andrade, está investindo cerca de R$ 130 milhões em obras de acesso, incluindo o Aeroporto de Barreirinhas (a 254 quilômetros de São Luís), em processo de conclusão.

Jericoacoara

Um dos roteiros, Jericoacoaraé considerado parque nacionalBanco de Dados/Setur-CE/Divulgação

Com 10 anos de atuação na Rota das Emoções, o Sebrae deverá compartilhar experiências com os governos dos três estados. Conforme o superintendente da entidade no Maranhão, João Batista, as ações resultaram em 1178 empresas capacitadas, 7 mil empregos diretos criados e um volume de negócios de R$ 50 milhões.

"O objetivo do Sebrae na Rota das Emoções é desenvolver o setor turístico de forma sustentável, intensificando a rede de cooperação, o associativismo e o fortalecimento da classe empresarial. Queremos disponibilizar esse aprendizado para o Poder Público, que se coloca como parceiro a partir de agora."

A partir da recriação, a ADRS deverá se organizar para definir sua forma de atuação. O governador do Piauí, Wellington Dias, sugeriu que sejam criados grupos de trabalho e que as ações nas diferentes áreas, como segurança e saúde, sejam integradas entre os três estados. Para Dias, entre essas áreas o meio ambiente deve receber atenção especial.

"O ecossistema presente na Rota das Emoções é muito delicado e é nosso tesouro." Os três ícones do roteiro são unidades de conservação. Lençóis Maranhenses e Jericoacoara são considerados parques nacionais e o Delta do Parnaíba é uma área de proteção ambiental. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos