Governo federal mantém situação de emergência em município gaúcho

Atingido por fortes chuvas e granizo no fim do ano passado, o município de Santiago, no Rio Grande de Sul, teve a situação de emergência prorrogada pelo governo federal. A portaria do Ministério da Integração Nacional foi publicada hoje (26) no Diário Oficial da União. O prazo de vigência da situação de emergência foi estendido até 20 de abril de 2016.

O reconhecimento da situação de emergência ou do estado de calamidade pública pelo governo federal permite aos estados e municípios solicitar recursos da União para ações de socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de danos causados por desastres naturais.

Ontem (25), o Ministério da Integração Nacional também reconheceu situação de emergência em dois municípios do Paraná e em 18 do Rio Grande do Sul. As causas do reconhecimento de situação de emergência são chuvas intensas, enxurradas, granizos e inundações.

No Paraná, as cidades de Rolândia e Tamarana entraram em estado de calamidade pública em razão de enxurradas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos