PSD leva ao ministro da Fazenda proposta para retomar crescimento econômico

Brasília - Presidente em exercício do PSD, Guilherme Campos, o líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso e os deputados Átila Lins e Rômulo Gouveia após reunião com o ministro Nelson Barbosa (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso, em entrevista após reunião com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.  Ao  lado,  os  deputados  Guilherme  Campos,  Átila  Lins  e  Rômulo  Gouveia       Marcelo  Camargo/Agência  Brasil

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, recebeu hoje (26) de representantes do PSD propostas para a retomada do crescimento e desenvolvimento econômico do país, com "sustentabilidade e justiça social". O partido defende as reformas tributária e da Previdência, ampliação e simplificação do acesso a linhas de financiamento para aumento das exportações, inclusive para pequenas e médias empresas, e a criação de um comitê intergovernamental de competitividade.

Após o encontro, o líder do PSD na Câmara dos Deputados, Rogério Rosso (DF), destacou a preocupação do ministro do ministro em estabilizar a economia e controlar a inflação. Segundo Rosso, o ministro pretende estudar as propostas do PSD "com agilidade" e levá-las à presidenta Dilma Rousseff, "para que o governo federal coloque como filosofia a proteção ao emprego e as empresas com produtividade".

"Preparamos um documento simples, mas que demonstra a visão da bancada para a economia em 2016." De acordo com o líder do PSD, a bancada considera necessário entender que o país, com dimensões continentais, tem muitas potencialidades e vocações econômicas originais e precisa levar isso em conta. Rosso ressaltou, porém. que o Brasil tem características produtivas, e não especulativas.

A proposta entregue ao ministro Nelson Barbosa inclui ainda redução dos custos e desoneração da folha de pagamento para setores estratégicos e de alta capacidade de geração de emprego e renda; regulamentação da terceirização, projeto já aprovado na Câmara dos Deputados e em análise no Senado Federal, a simplificação da burocracia na emissão de alvarás e a transformação do Ministério da Fazenda em Ministério da Fazenda e da Competitividade.

Os deputados do PSD propõem também menos impostos e prioridade do programa federal de concessões e parcerias com a iniciativa privada nos setores de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. O partido integra a base aliada do governo no Congresso Nacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos