Começa reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social

A reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, começou há pouco. Na abertura, o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, disse que as democracias mais maduras se utilizam do conselho.

"Não substituímos aquele que tem a legitimidade e legalidade de ser o fiscal do governo e fazer as leis do país, que é o Congresso Nacional. Mas as democracias mais modernas do mundo trabalham assim", disse.

A presidenta Dilma Rousseff participa da reunião, e deverá falar ao final do evento. O primeiro a se pronunciar será o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco. Depois será a vez dos ministros da Agricultura, Kátia Abreu, da Fazenda, Nelson Barbosa, e do Desenvolvimento, Armando Monteiro.

Em seguida falarão o ministro do Planejamento, Valdir Simão, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. Além deles, oito conselheiros farão pronunciamento.

Segundo Wagner, deverão ser feitas quatro reuniões no ano. A próxima será em abril. Ele deu posse aos conselheiros no início da cerimônia.

O conselho tem 47 empresários e 45 representantes da sociedade civil e das centrais sindicais. Apesar de a intenção ser a de ouvir os conselheiros sobre as medidas a serem adotadas para recuperar o crescimento, a expectativa é que a área econômica anuncie medidas de estímulo ao crédito e ao aumento das exportações.

 

*Colaboraram Sabrina Craide e Paulo Victor Chagas

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos