Baiana faz lavagem do centro do Rio para desfile da Banda da Rua do Mercado

banner_carnaval_2016

Com muita água de cheiro, a baiana Ciça do Acarajé fez hoje (3), pelo oitavo ano consecutivo, a lavagem do centro histórico do Rio de Janeiro para limpar o trajeto por onde desfilará amanhã (4) a Banda da Rua do Mercado. O local é o mesmo onde o bloco foi fundado, em 1998, na esquina da Rua do Mercado com Rua do Ouvidor. O grupo foi criado por operadores da Bolsa de Valores do Rio e jornalistas econômicos.

Segundo Ciça, a lavagem começou porque chovia muito todos os anos no dia do desfile do bloco. "Quando a banda saía, era debaixo de chuva. Todo mundo molhado". A baiana então propôs aos diretores da Banda da Rua do Mercado fazer um ritual, vestidos de branco, com o uso de folhas, para "lavar" o trajeto por onde o bloco ia passar.

"Deu certo. Nunca mais choveu no dia que a banda sai. A gente não é Deus, mas a gente pede".

Ciça não quis fazer a lavagem ontem (2), dia de Iemanjá, em respeito à entidade, considerada a Rainha do Mar, e preferiu marcar o banho de cheiro para a véspera do desfile da banda, mesmo com um público menor.

O que importa, segundo ela, não é a quantidade, mas a qualidade dos que comparecem e participam do ato. "O importante é a fé. O que vale não é a quantidade, não, é a qualidade".

Este ano, a Banda da Rua do Mercado completa 21 anos de existência. Seu 18º desfile ocorre amanhã (4), às 19h. A concentração será às 17h, na Rua do Mercado, em frente à Bolsa de Valores do Rio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos