Lygia Fagundes Telles é indicada para o Prêmio Nobel de Literatura

A União Brasileira de Escritores (UBE) indicou a escritora Lygia Fagundes Telles para o Prêmio Nobel de Literatura. A indicação, por unanimidade, foi enviada hoje (3) para a Academia Sueca.

"Lygia é a maior escritora brasileira viva e a qualidade de sua produção literária é inquestionável", diz o presidente da entidade, Durval de Noronha Goyos, em comunicado à imprensa.

Paulistana, a autora tem obras traduzidas para o alemão, espanhol, francês e inglês; italiano, polonês, sueco e tcheco, além de adaptações de suas obras para o cinema, teatro e televisão. Recebeu prêmios como Camões (2005) e Jabuti (1966 e 1974).

Lygia é fundadora da UBE e faz parte do Conselho Diretor da instituição. São dela obras como As Meninas e As horas nuas.

O Nobel de Literatura é o maior prêmio literário concedido desde 1901. É atribuído a um autor de qualquer nacionalidade que tenha uma produção de destaque no campo literário. A produção inclui a obra inteira desse escritor, seus principais livros, sua mentalidade, seu estilo e suas filosofias, não distinguindo uma obra em particular.

A Academia Sueca é quem escolhe o escritor. O anúncio é feito em outubro. Em 2015, a escritora e jornalista bielorrussa Svetlana Alexievich, 67 anos, foi a 14ª mulher escolhida pela Academia Sueca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos