Ministro Edinho Silva diz que EBC vai manter sua vocação social

Ao participar hoje (4) do evento que marcou o início da transmissão da TV Brasil e de mais três canais do Poder Executivo em TV Digital aberta no Rio de Janeiro, o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Edinho Silva, disse que a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) vai manter sua vocação social.

 

Rio de Janeiro - O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva durante cerimônia que marca o início das transmissões dos canais do Poder Executivo na TV digital aberta n

 O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, cerimônia que marca o início das transmissões dos canais do Poder Executivo na TV digital aberta no Rio Tânia Rêgo/Agência Brasil

"Vocês podem ter certeza de que, enquanto eu for o ministro da pasta, a EBC vai cumprir a sua vocação social, e não vai se perder naquilo que deu origem à sua criação", disse o ministro em discurso no evento.

A transmissão digital em TV aberta já é realizada em Brasília desde dezembro do ano passado e deve chegar a São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre ainda em 2016.

"Luto para que a EBC fortaleça seus laços com a sociedade brasileira. Temos que, efetivamente, trazer para dentro da EBC e para dentro da TV Brasil e das nossas rádios o cotidiano da vida do povo brasileiro. Temos que mostrar aquilo que a TV comercial não se interessa em mostrar", acrescentou Edinho Silva.

O ministro disse que um das prioridades é garantir o orçamento da empresa para torná-la uma herança para os brasileiros e livre de ataques políticos. "Por estar inserida na sociedade, como a educação sofre ataques, como a saúde sofre ataques, como a ciência e tecnologia sofre ataques, a EBC não estará imune. Só vai sobreviver aos ataques que vier a sofrer se estiver publicamente ligada à sociedade, se for um instrumento da sociedade, se a sociedade sentir falta da EBC quando ela for atacada. Só assim que a EBC vai sobreviver como instrumento de comunicação estatal e de comunicação pública".

Sobre a recente exoneração, a pedido, do diretor-presidente da EBC, Américo Martins, Edinho Silva disse que a empresa irá conviver com "alteração de direção, porque faz parte, é normal".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos