Publicadas diretrizes para diagnóstico e tratamento da hanseníase

O Ministério da Saúde (MS) aprovou diretrizes para eliminar a hanseníase como problema de saúde pública no país. O objetivo é alertar a população sobre os sinais e sintomas da doença, promover atividades de educação em saúde que favoreçam a redução do estigma e o preconceito, além de divulgar a oferta do tratamento completo no Sistema Único de Saúde.

As diretrizes de vigilância, atenção e eliminação da doença estão na Portaria nº 149, publicada hoje (4) no Diário Oficial da União e o período de implementação das ações é de 2 de fevereiro a 31 de março, de acordo com informações do MS.

A finalidade é orientar os gestores e os profissionais dos serviços de saúde sobre gestão, planejamento, uniformização, monitoramento e avaliação do acolhimento, diagnóstico, tratamento e cura, além da prevenção de incapacidades.

No Brasil, o controle da hanseníase é baseado no diagnóstico precoce. Com o slogan "Hanseníase: Quanto antes você descobrir mais cedo vai se curar", o Ministério da Saúde reforçou a importância do diagnóstico na fase inicial da doença para minimizar os sofrimentos causados pelas sequelas resultantes do diagnóstico tardio e da falta de acompanhamento adequado.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos