Bloco de carnaval de Fortaleza prestigia a música cearense

 

banner_carnaval_2016

Em Fortaleza, um bloco de carnaval arrasta centenas de foliões há dez anos prestigiando exclusivamente a música cearense. De Lauro Maia a Fagner, passando por Evaldo Gouveia e Fausto Nilo, o grupo tem um repertório variado que, ao longo dos anos, agrega novas músicas e anima ainda mais o público.

"A proposta do bloco é homenagear músicas de carnaval de compositores cearenses. Não há um recorte histórico. Tanto tem compositores mais antigos, como Lauro Maia e Luiz Assunção, até mais recentes e famosos também, como Ednardo e Fausto Nilo. A gente busca dar nossa cara a essas músicas", explicou Mateus Perdigão, guitarrista da banda.

 

Bloco Luxo da Aldeia

A proposta do bloco é homenagear músicas de carnaval de compositores cearenses. Não há um recorte históricoEdwirges Nogueira/Agência Brasil

O Luxo da Aldeia nasceu da ideia do pai de Mateus, Marcus Vinícius Oliveira (idealizador de outro famoso bloco do carnaval fortalezense, o Concentra Mas Não Sai). A proposta foi aceita tanto por Mateus quanto pelo irmão Bruno, que canta e toca guitarra baiana. Hoje, a banda conta com 8 integrantes.

A criação do bloco demandou um trabalho de pesquisa de repertório. Segundo Mateus, nessas pesquisas eles se depararam com músicas até então desconhecidas do grande público e que hoje são tocadas nas apresentações. "Tivemos contato com outros compositores que não estão na grande mídia. Tem uma música chamada Velho Palhaço, de um compositor chamado Paulo Gomes, que não é tão conhecido e tem músicas lindas", informou Mateus. O grupo também está investindo na composição de suas próprias músicas.

Autor do verso que dá nome ao bloco, o cantor e compositor Ednardo disse que conhece o Luxo da Aldeia desde a fundação e que se sente honrado por ter várias de suas músicas no repertório da banda. "Dentre tantas músicas de carnaval de compositores cearenses, eles pegaram Terral, que é uma espécie de maracatu-toada, para nomear o bloco. O trecho Sou o luxo da aldeia virou tema básico para o desenvolvimento do grupo", acrescentou Ednardo.

Para Mateus, a escolha do nome diz muito sobre a proposta de prestigiar a música cearense. "Ednardo fala sobre ser do Ceará quando ele estava em São Paulo. Esta é uma forma de afirmação de identidade, mas sem xenofobia. É um recorte que está contribuindo para a autoestima da galera e também para o carnaval de rua de Fortaleza."

Ednardo, cantor e compositor

Cantor e compositor, Ednardo se sente honrado com suas músicas no repertório da bandaEdnardo/Divulgação

Na apresentação de hoje (6), centenas de foliões lotaram o Mercado dos Pinhões, no centro da capital cearense, confirmando o sucesso do Luxo da Aldeia. O professor Rafael Farias é amigo dos fundadores do bloco e acompanha as apresentações desde o início. "Achei a ideia ousada e vou ser sincero: só conheci melhor a música cearense a partir do bloco, porque sempre fui roqueiro. Acho que o grupo vem despertando o interesse de muitas pessoas."

A professora Luíza Braga é uma das assíduas frequentadoras do bloco e se orgulha de conhecer praticamente todo o repertório, tendo até já eleito seu compositor preferido. "Amo as músicas do Fausto Nilo e eles tocam muitas aqui. Teve algumas músicas do repertório que eu não conhecia e meu cunhado até disse que me daria um CD porque eu estava desinformada. Conheço só as mais antigas."

Mateus reconhece que o Luxo da Aldeia, ao longo desses dez anos de atividades, vem dando sua parcela de contribuição na difusão da música cearense. "A gente percebe que músicas tocadas pelo bloco desde o começo são tocadas em outras festas, em outros blocos, o que a gente nõ via há dez anos."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos