Grupo de "Clóvis" destaca tradição popular no subúrbio do Rio

banner_carnaval_2016

Pelo segundo ano consecutivo, o bloco de bate-bola Sai Quem Pode sai hoje (6) à noite pelas ruas de Cascadura, zona norte do Rio de Janeiro, com o objetivo de mostrar ao povo as fantasias de "Clóvis". "Porque o bate-bola virou tradição cultural na cidade", salientou um dos coordenadores do bloco Luizinho Martins.

No ano passado, o homenageado foi o jogador de futebol Neymar. Este ano, o bloco lembra o super-herói Arqueiro Verde, cuja figura está presente nas fantasias que 20 adultos e dois meninos usarão durante o desfile. Duas moças e duas meninas, com fantasias diferentes, também participarão do cortejo que prevê ainda uma queima de fogos.

O bloco é formado por pessoas de uma mesma família, parentes e amigos, que se unem pelo resgate da cultura popular do bate-bola. Os próprios integrantes desenham as fantasias, que são feitas por uma costureira conhecida.

Luizinho Martins disse que o carnaval é uma oportunidade de o bloco conhecer outras agremiações de "Clóvis" e promover uma confraternização entre eles.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos