Angela Merkel se diz consternada com colisão frontal de trens na Alemanha

A chanceler alemã, Angela Merkel, declarou-se hoje (9) "consternada" com a colisão frontal de dois trens no sul da Alemanha, que deixou pelo menos nove mortos e quase cem feridos. "Estou consternada e entristecida com o grave acidente desta manhã em Bad Aibling. Os meus pensamentos estão especialmente com as famílias das nove pessoas que perderam a vida, mas também com os muitos feridos", afirmou Merkel, em comunicado.

A chanceler agradeceu aos serviços de socorro "pelo trabalho incansável em condições difíceis" e disse-se confiante de que as autoridades vão desenvolver "todos os esforços para esclarecer as causas deste acidente".

A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, também manifestou tristeza e disse estar disponível para prestar a assistência necessária. A Comissão disse estar acompanhando o caso junto com a Agência Ferroviária Europeia (AFE).

O acidente aconteceu às 6h (horário local) na localidade de Bad Aibling, no estado da Baviera, cerca de 60 quilômetros a sudeste de Munique. No local, de difícil acesso, equipes de resgate continuam com ambulâncias e helicópteros para socorrer os feridos e transportar os casos mais graves para os hospitais. A batida frontal fez com que os trens descarrilassem.

As causas do acidente ainda não são conhecidas. O grupo francês Transdev, responsável pela companhia Meridian, proprietária dos dois trens, já manifestou estar chocado com o acidente e anunciou o desejo de ver explicadas as causas da tragédia. O mais recente balanço da polícia local é de nove mortos, um desaparecido, 18 feridos graves e 63 feridos ligeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos