Ribeirão Preto confirma 11 casos de vírus zika em gestantes no mês de janeiro

Em janeiro deste ano, a cidade de Ribeirão Preto (SP),  315 quilômetros a noroeste da capital do estado, confirmou 11 casos de vírus zika entre os 430 casos notificados (suspeitos) da doença. Do total de casos confirmados, todos são de gestantes, segundos divulgados hoje (15) pela prefeitura da cidade, em um boletim epidemiológico que leva em consideração os casos registrados até 31 de janeiro deste ano.

Em todo o ano passado, nove casos de zika vírus zika foram confirmados na cidade, sendo seis deles em dezembro. Um desses casos de dezembro é de uma gestante. De acordo com o boletim da prefeitura, nenhum caso de microcefalia foi notificado ou confirmado na cidade no mês de janeiro. No ano passado ocorreram cinco casos de microcefalia, mas em nenhum deles houve constatação de relação com o zika.

O boletim também divulgou que houve 21 notificações de febre chikungunya na cidade no mês de janeiro, mas nenhum  da doença  foi confirmado. Em todo o ano passado, dois casos de chikungunya foram notificados na cidade, ambos procedentes da Bahia.

Os casos confirmados de dengue em Ribeirão Preto somaram 1.557 em janeiro, número bastante superior a janeiro do ano passado, quando foram confirmadas 53 ocorrências da doença. Em todo o ano passado, ocorreram 5.012 casos. Entre 2015 e 2016, duas pessoas morreram após terem contraído dengue na cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos