BC: queda da economia e alta do dólar reduzem déficit de contas externas

dólares

"A desvalorização cambial significa aumento de custo de bens e serviços no exterior", disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, ao se referir à alta do dólar em relação ao realArquivo/Agência Brasil

A queda da atividade econômica e a alta do dólar reduziram a demanda por bens e serviços do exterior. Com isso, o saldo negativo das transações correntes caiu neste início do ano. De acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (23), o déficit em transações correntes - compras e as vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com o mundo - chegou a US$ 4,817 bilhões, em janeiro, o menor resultado da série iniciada em 2010.

"O menor ritmo de atividade econômica implica menor demanda por bens e serviços no exterior. E a desvalorização cambial significa aumento de custo de bens e serviços no exterior", disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel.

Maciel destacou que, ao mesmo tempo em que há redução no déficit em transações correntes, o investimento estrangeiro no setor produtivo do país segue "em níveis historicamente elevados". "[Isso ocorre] em uma margem significativa de investimento direto, mais do que suficiente para financiar integralmente o déficit em transações correntes", acrescentou.

Dólar

De acordo com Maciel, mesmo em momento de crise política e econômica, há continuidade da entrada de investimentos no país. Segundo ele, um dos motivos que explica essa entrada de recursos no país é o dólar mais caro, o que torna os preços de ativos brasileiros atrativos para os investidores estrangeiros. Além disso, ele destacou que esses investimentos são de médio e longo prazos.

"Somos um país com mercado robusto, com 200 milhões de consumidores. A continuidade de afluxo reflete uma visão do investimento estrangeiro de prazo mais longo", enfatizou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos