Síria: Rússia bombardeia redutos rebeldes horas antes de cessar-fogo

A aviação russa bombardeou hoje (26) redutos rebeldes na Síria, horas antes da entrada em vigor do acordo de cessar-fogo acertado para o país, revelou o Observatório Sírio dos Direiros Humanos (OSDH).

Segundo a organização não governamental (ONG), "os bombardeios russos, mais intensos do que o habitual, sobre redutos rebeldes" ocorreram durante a noite e prolongaram-se até o início da manhã de hoje.

Os alvos foram Ghouta oriental, a leste de Damasco, o norte da província de Homs (no centro) e o oeste da província de Aleppo, no Norte, informou à agência France Presse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.

Os Estados Unidos e a Rússia chegaram a um acordo de cessar-fogo na Síria a partir da 0h deste sábado (27). 

O fim das hostilidades - que há cinco anos deixaram milhares de mortos e milhões de refugiados - não abrange no entanto o grupo jihadista Estado Islâmico e a Frente Al Nursa, o ramo da Al Qaeda na Síria.

O presidente sírio, Bashar Al Assad, confirmou nesta semana que está pronto a contribuir para a implementação do cessar-fogo.

Neste conflito, que já deixou mais de 270 mil mortos e provocou a deslocamento de mais da metade da população síria, a Rússia e o Irã apoiam militarmente o regime de Al Assad, enquanto os Estados Unidos, a Arábia Saudita e a Turquia, entre outros, apoiam os rebeldes.

Nesta semana, os principais grupos da oposição síria afirmaram o compromisso com uma "trégua temporária de duas semanas", por meio de comunicado divulgado sobre o cessar-fogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos