Tombini: queda do PIB reflete incertezas na economia

O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, comentou a queda de 3,8% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos em um país) em 2015, divulgada hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo Tombini, o resultado "confirmou expressiva contração da atividade econômica, reflexo, entre outros fatores, das incertezas prevalecentes nas economias doméstica e nacional".

O presidente do BC avaliou que a possível continuidade da evolução desfavorável da atividade econômica este ano torna "mais prementes a perseverança nos ajustes macroeconômicos em curso e a necessidade de avanços nas reformas estruturais". Para ele, esses fatores tendem a construir bases mais sólidas para a retomada da confiança e do crescimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos