Abert repudia violência contra jornalistas e pede punição dos responsáveis

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou uma nota repudiando as agressões sofridas hoje (4) por profissionais da imprensa durante a cobertura do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Polícia Federal, em Congonhas.

"A Abert considera extremamente preocupante a repetição de ataques aos jornalistas no exercício da profissão. É inaceitável que a imprensa seja impedida de atuar na cobertura de fatos de interesse da sociedade", diz a entidade.

Segundo a Abert, repórteres sofreram ameaças e empurrões durante a cobertura, e duas emissoras de TV tiveram seus equipamentos quebrados. A associação pede às autoridades  apuração rigorosa das agressões e a punição dos responsáveis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos