União Europeia aceita estudar plano turco para conter fluxo migratório

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia aceitaram hoje (8) estudar o novo plano turco para conter o fluxo de migrantes para a Europa.

As autoridades turcas pediram a antecipação da liberação dos vistos, a abertura de cinco novos capítulos nas negociações da adesão da Turquia à União Europeia, uma nova verba de 3 bilhões de euros em 2018 e um compromisso dos 28 Estados-membros para que recebam um refugiado por cada migrante que seja devolvido ao país.

"O presidente do Conselho Europeu recebeu as propostas e trabalhará sobre os detalhes com a parte turca antes do Conselho Europeu de março", anunciou o primeiro-ministro de Luxemburgo, Xavier Bettel, em mensagem no Twitter.

O próximo Conselho Europeu deverá ser realizado nos dias 17 e 18 de março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos