Polícia de Israel mata dois palestinos durante visita de vice-presidente dos EUA

Dois palestinos dispararam hoje (9) contra um carro em Jerusalém e abriram fogo no entorno da Cidade Velha. Um homem ficou gravemente ferido, disse a polícia. Os palestinos foram mortos a tiros pela polícia, segundo indicaram fontes médicas e das forças de segurança de Israel.

Os ataques de hoje, os mais recentes de uma série de outros registrados desde outubro, coincidem com a visita do vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a Israel, onde chegou ontem. O primeiro ataque ocorreu num bairro judeu ao norte de Jerusalém, disse a polícia, indicando que o motorista do carro respondeu com tiros contra os palestinos, que conseguiram escapar.

Mais tarde, na área externa da Cidade Velha de Jerusalém, eles voltaram a abrir fogo, ferindo gravemente um homem de 50 anos, antes de serem mortos pela polícia. Na terça-feira, uma pessoa morreu e 12 ficaram feridas num ataque de um homem em Tel Aviv, perto do local onde Joe Biden seria recebido pelo ex-presidente israelense Shimon Peres.

Segundo a polícia, a vítima era um turista norte-americano e o autor dos ataques foi abatido pela polícia, não tendo sido divulgada a sua identidade.
Três outros ataques tiveram lugar no mesmo dia: dois em Jerusalém e um em Petah Tikva, perto de Tel Aviv.

Desde outubro, a violência em Israel e nos territórios palestinos já resultou em pelo menos 215 mortos, dos quais 187 palestinos e 28 israelenses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos