Chuvas em São Paulo: Francisco Morato decreta estado de emergência

Defesa Civil avalia os estragos provocados pelas chuvas no município de Francisco Morato

A Defesa Civil avalia os estragos provocados pelas chuvas no município de Francisco MoratoImagem de divulgação/Defesa Civil-SP

A prefeitura de Francisco Morato, na região metropolitana de São Paulo, decretou estado de emergência, devido às chuvas que atingiram a região na noite de ontem (10) e durante a madrugada, provocando inundações e deslizamento de terra. A prefeitura confirma seis mortes no município. De acordo com o Corpo de Bombeiros, no entanto, são nove mortes.

Na manhã de hoje (11), o prefeito Marcelo Cecchettini percorre os locais mais atingidos como o bairro Santo Antônio, onde ocorreram duas mortes; o Jardim Silva; o Jardim Alegria e o centro da cidade.

Até as 10h, a Linha 7-Rubi circulava com lentidão no trecho da Estação da Luz até Francisco Morato e estava interrompida a partir daí, no trajeto que deveria chegar a Jundiaí.

De acordo com a prefeitura do município, a maior parte da água que atingiu a cidade já escoou. Neste momento, várias escolas públicas do município foram preparadas para receber desabrigados. Equipes das áreas de saúde e assistência social entregam alimentos e produtos de primeira necessidade à população.

Ao decretar estado de emergência, a prefeitura cria facilidades para compras emergenciais e para receber ajuda prioritária dos governos estadual e federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos