Colômbia desarticula rede internacional de lavagem de dinheiro

A Colômbia anunciou nessa quinta-feira (10) ter desarticulado uma rede internacional de lavagem de dinheiro, detendo 13 suspeitos, cinco deles comissários de bordo.

"Entre os 13 detidos há cinco comissários de bordo [da Avianca Airlines] e oito indivíduos que estavam envolvidos no transporte para a Colômbia de dólares e de euros obtidos ilegalmente na Espanha, nos Estados Unidos, no México e em outros locais", informou o Ministério Público.

Os detidos vão ser julgados por lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito e conspiração criminosa.

A rede estaria relacionada com o tráfico de droga, já que alguns dos detidos têm ligações com integrantes do cartel mexicano de Sinaloa, afirmou o procurador-geral adjunto, Jorge Fernando Perdomo.

"As notas eram transportadas nos corpos ou em malas com fundo duplo", acrescentou, em entrevista.

As detenções ocorreram como resultado de uma investigação internacional que envolveu autoridades da Colômbia, dos Estados Unidos, da Espanha e do México, bem como a empresa aérea Avianca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos