Polícia Civil faz operação contra fraudes em licitações no norte fluminense

Policiais civis cumprem hoje (11) mandados de prisão preventiva contra políticos do norte fluminense, por fraudes em licitações. Marcos Antônio Magalhães Gonçalves, ex-presidente da Câmara dos Vereadores de São Fidélis, Michel Ângelo Machado de Freitas, ex-vereador de Itaocara, e Aldimar Oliveira da Cunha, presidente do Instituto de Previdência de Itaocara, são acusados de desviar R$ 320 mil.

Segundo a Polícia Civil, as fraudes foram cometidas entre 2007 e 2011, na Câmara dos Vereadores de São Fidélis, por meio de licitações irregulares. Ainda de acordo com a polícia, a licitação era "um verdadeiro jogo de cartas marcadas" em que já se conhecia os vencedores antes da conclusão. Michel Ângelo, além de vereador de Itaocara, prestava serviços de contabilidade para a Câmara do município vizinho.

A fraude contava com a participação de empresários, que forneciam documentos de empresas para viabilizar as licitações fraudulentas, e de servidores. Os policiais também cumprem 11 mandados de busca e apreensão em endereços dos empresários e servidores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos