PGR e Ministério Público suíço estudam criação de grupo conjunto de investigação

Brasília - STF retoma julgamento dos embargos infringentes de condenados na Ação Penal (AP) 470, o mensalão. Na foto, procurador-geral da República, Rodrigo Janot (José Cruz/Agência Brasil)

O procurador Rodrigo Janot e o chefe do Ministério Público da Suíça, Michael Lauber, vão se encontrar no próximo fim de semana  ArquivoAgênciaBrasi

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encontra-se nesta semana com representantes do Ministério Público da Suíça para discutir a criação de uma equipe conjunta de investigação. No próximo fim de semana, na Suíça, Janot terá uma reunião com o procurador-geral daquele país, Michael Lauber.

Na Procuradoria-Geral da República (P)R, estão em andamento três investigações que envolvem dados de pessoas que passaram pela Suíça: a Operação Lava Jato, o caso Swissleaks e o escândalo de corrupção na Fifa.

No caso da Lava Jato, por exemplo, uma das denúncias da Operação Lava Jato contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi baseada em extratos bancários de contas atribuídas a ele e sua esposa, Claudia Cruz. Fernando Migliaccio, um dos ex-executivos da empreiteira Odebrecht, foi preso na Suíça, em fevereiro, por suspeitas de movimentar contas offshore que teriam ligação com a empreiteira.

A agenda de Janot na Europa começou hoje (14) em Helsinque, na Finlândia, onde ele participa da uma reunião da Associação Internacional de Procuradores (IAP).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos