Câmara coloca Argentina mais perto de um acordo com fundos "abutres"

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, obteve hoje (16) uma vitória no Congresso. Apos 20 horas de debates, a Câmara dos Deputados aprovou, por 165 votos a favor e 86 contra, a revogação de duas leis que impedem o pais de negociar acordos mais favoráveis com a minoria (7%) dos credores que não aderiu as duas propostas de renegociação da divida externa depois do calote de 2001.

Nos últimos 15 anos, a Argentina pagou o que devia ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e renegociou a divida com o Clube de Paris e 93% dos credores que aceitaram descontos de ate 60%. Entretanto, o governo não conseguiu convencer uma minoria - especialmente os chamados "fundos abutres" -, que aproveitou a crise para comprar títulos a preços baixos e recorreram à Justiça para cobrar o valor total, além dos juros.

Após uma longa batalha nos tribunais norte-americanos, um grupo de fundos "abutres" obteve sentença favorável. Os recursos argentinos, depositados em bancos dos Estados Unidos para pagar a divida reestruturada, foram bloqueados ate que o país cumprisse a sentença.

Senado

O governo de Cristina Kirchner, cujo segundo mandato terminou em dezembro passado, disse que não poderia cumprir a sentença sem violar a legislação nacional, mas não tomou medidas para revogar as duas leis, mesmo tendo maioria no Congresso.

Ao assumir, Macri prometeu sair do impasse. Negociou um acordo com os "abutres", que depende da revogação das duas leis para ser implementado.

O governo agora depende da ratificação do Senado para terminar de pagar o que deve e voltar a ter acesso ao mercado financeiro internacional.

Como tem minoria no Congresso, Macri precisa dos votos da oposição. A maioria acha que o país não tem outra saída e, por isso, muitos oposicionistas apoiaram o presidente. No entanto, alguns alertaram para os perigos de a Argentina voltar a se endividar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos