Marinhas alemã e italiana salvam 951 migrantes na costa da Líbia

As marinhas alemã e italiana anunciaram hoje (16) ter salvado nessa terça-feira (15), em uma operação conjunta, 951 migrantes que tentavam atravessar o Mar Mediterrâneo em área área próxima à costa da Líbia.

A Marinha alemã resgatou 615 migrantes e a italiana, 227, que devem chegar hoje ao Porto de Pozzalo, na Sicília. Com isso, o número de pessoas que tentam chegar à Europa desde o início deste ano sobe para 9.495, segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Com a volta do bom tempo no Mediterrâneo, as tentativas de atravessar o mar para a Europa deverão aumentar significativamente a partir da zona costeira líbia, "substituindo" o trajeto utilizado com maior frequência nos últimos meses, com a passagem pelo Mar Egeu com destino à Turquia e, daí, à Grécia - 143.205 migrantes deste janeiro.

A Líbia está mergulhada em um caos político e entregue a grupos armados desde a queda do regime de Muammar Kadhafi, em 2011.

A instabilidade tem ajudado os traficantes de seres humanos, que têm obtido grandes lucros com os milhares de migrantes que tentam chegar à Europa a partir da costa líbia, uma vez que a zona costeira italiana fica distante cerca de 300 quilômetros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos