Rio está em estágio de atenção há mais de cinco horas devido à chuva

O município do Rio permanece em estágio de atenção há mais de cinco horas devido a núcleos de chuva moderada a forte que atingiram a cidade e deixaram diversos pontos da cidade alagados. A chuva atingiu principalmente as zonas sul e oeste do Rio. O Sistema de Alerta Rio acionou sirenes instaladas em quatro das 103 comunidades que têm os equipamentos para alertar a população em caso de chuva forte. As sirenes foram acionadas nos morros Chapéu Mangueira, no Leme; Babilônia e Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, na zona sul e na comunidade Sítio do Pai João, no Itanhangá, na zona oeste do Rio. O Alerta Rio acionou o estágio de atenção às 13h05.

O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de três e significa possibilidade de acúmulo de água em vias importantes ou bolsões em ruas e avenidas, causando reflexos relevantes no trânsito ou comprometimento do deslocamento da população.

O Aterro do Flamengo está no momento com vários bolsões d'água, principalmente no trecho do Morro da Viúva, no Flamengo, até a entrada do Túnel Novo, em Botafogo. Vários motoristas colocaram os carros no alto do canteiro divisório das pistas para não arriscar passar com os veículos pelos bolsões d'água.

Outro trecho muito complicado também na zona sul é a Ladeira do Leme, que liga o Shopping Rio Sul (em Botafogo) a Copacabana, e recebe todo o volume de água que desce do alto do Leme. A chuva também atrapalha o acesso de passageiros à Estação Arcoverde do Metrô, em Copacabana, devido ao alagamento da pista. No Catete, a estação do metrô teve o acesso pela Rua Silveira Martins fechado por causa do alagamento da pista na entrada da estação.

Os bombeiros do quartel de Niterói foram acionados para um deslizamento de terra, perto do Iate Clube de Jurujuba, em Niterói, na região metropolitana. Não houve vítimas.

O Sistema de Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) indica que o Rio Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, está em alerta máximo.  Mais cedo, o Rio Pavuna, em São João de Meriti, também na Baixada, ameaçava transbordar, mas a chuva diminuiu de intensidade na região e o nível do rio baixou.

O Centro de Operações da prefeitura do Rio informa que devido à atuação de núcleos de chuva moderada a forte, a previsão para as próximas horas é pancadas de chuva em pontos isolados devido a esses núcleos de instabilidade.

Os aeroportos Internacional do Rio/Galeão, na Ilha do Governador, e Santos Dumont, na área central da cidade, estão operando com auxílio de instrumentos para operações de pouso e decolagem, devido ao mau tempo no Rio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos