EUA declaram Estado Islâmico responsável por genocídio

Os Estados Unidos declararam o grupo extremista Estado Islâmico responsável por genocídio de cristãos yazidis e outras minorias religiosas nos territórios que controla no Iraque e na Síria.

"O Daesh [acrônimo árabe do grupo] é genocida por ideologia e por ação, no que afirma, no que acredita e no que faz", disse o chefe da diplomacia americana, John Kerry, utilizando um dos nomes que designam o grupo terrorista.

Ele disse que o Daesh é responsável também por crimes contra a humanidade, contra as minorias religiosas, acrescentou.

A afirmação do secretário de Estado confirma uma declaração aprovada pelo Congresso dos Estados Unidos para declarar como genocídio as execuções de minorias religiosas, perpetrados pelo grupo extremista, uma declaração que tem implicações legais internacionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos