União Europeia condena novo lançamento de mísseis pela Coreia do Norte

A União Europeia (UE) condenou hoje (18) o último lançamento de mísseis pela Coreia do Norte e pediu ao governo daquele país que respeite as resoluções da Organização das Nações Unidas (ONU) e evite criar tensões na região, informa comunicado do Serviço Europeu para a Ação Externa.

"O lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte é outra clara violação das distintas resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, incluindo a última, adotada em 2 de março", denunciou a UE. "Pedimos de novo ao país que evite as ações que aumentam as tensões na região e ameaçam a paz e a segurança internacional", acrescenta o comunicado, de acordo com a agência de notícias Efe.

A UE reitera que a Coreia do Norte deve cumprir "plena e rapidamente as suas obrigações internacionais, evitando qualquer lançamento que utilize tecnologia de mísseis e abandonando os seus programas de mísseis balísticos de forma completa e irreversível".

Bruxelas adverte que vai continuar a "vigiar" os acontecimentos e coordenar com os seus parceiros a forma de "responder a essas violações das resoluções da ONU".

A Coreia do Norte lançou hoje um novo míssil balístico que percorreu cerca de 800 quilómetros até cair no mar, com novo aumento das recentes tensões entre as duas Coreias.

Os Estados Unidos, que reforçaram a presença militar na Coreia do Sul e promove com esse país importantes manobras, pediram ao governo norte-coreano, após este último disparo, que "se contenha" e evite ações que podem "aumentar as tensões na região".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos