Aneel aprova reajuste de tarifas da CPFL no interior paulista

A tarifa de energia de consumidores da CPFL em cidades do interior de São Paulo será reajustada a partir de hoje (22). A revisão tarifária foi autorizada pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A revisão atinge cinco empresas do grupo: CPFL Jaguari, CPFL Mococa, CPFL Leste Paulista, CPFL Santa Cruz e CPFL Sul Paulista.

Na CPFL Sul Paulista, que atende cerca de 82 mil consumidores das cidades de Itapetininga, São Miguel Arcanjo, Guareí, Sarapuí e Alambari, o reajuste na tarifa para consumidores de alta tensão [em geral, comércio e indústrias] será, em média, de 6,33%. Para os consumidores de baixa tensão, o aumento será de 17,05%.

Já na CPFL Jaguari, que atende 38 mil consumidores das cidades de Jaguariúna e Pedreira, o aumento para alta tensão deve ser de 11,42%; e para baixa tensão, de 17,14%.

Para os 45 mil consumidores da CPF Mococa, que atende a cidade paulista de Mococa e três municípios de Minas Gerais, o aumento na alta tensão deve ser de 20,29%. Para os consumidores de baixa tensão, a tarifa vai subir 4,99%.

Na CPFL Leste Paulista, que atende 56 mil consumidores dos municípios de São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, Divinolândia, Casa Branca, Itobi, Tapiratiba e Caconde, o aumento deve ser de 10,27% para alta tensão e de 14,54% para baixa tensão.

Nos 24 municípios paulistas atendidos pela CPFL Santa Cruz, que somam 204 mil consumidores, haverá redução de 4,13% na tarifa de consumidores de alta tensão e aumento de 13,35% para os clientes de baixa tensão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos