Estado Islâmico reivindica atentados em Bruxelas

Atentado em aeroporto de Bruxelas, na Bélgica

O aeroporto internacional de Bruxelas, na Bélgica, foi evacuado após duas fortes explosões que deixaram pelo menos 13 mortos Jonas Roosens/Agência Lusa

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou os atentados que sacudiram a capital da Bélgica, Bruxelas, nesta terça-feira (22). A informação é da agência italiana Askanews que cita fontes do próprio grupo terrorista.

Duas explosões atingiram, às 8h no horário local, 4h em Brasília, o Aeroporto Internacional de Bruxelas. As autoridades acreditam que um dos explosivos foi acionado por um homem-bomba. A terceira explosão ocorreu em um trem de metrô na estação de Maelbeek.

Até o momento, os números indicam que pelo menos 28 pessoas morreram e 136 ficaram feridas. O primeiro-ministro belga qualificou as explosões como atentados terroristas.

Equipes de emergência socorrem feridos em frente à estação Maelbeek do metrô, em Bruxelas. Explosões fizeram o governo fechar todos os serviços de metrô da cidade. Outras explosões no aeroporto da capital deixa

Equipes de emergência socorrem feridos em frente à estação Maelbeek do metrô, em Bruxelas. Explosões fizeram o governo fechar todos os serviços de metrô da cidade. Outras explosões no aeroporto da capital deixaram 13 mortosAgência Lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos