Recife espera receber 2 mil uruguaios para Brasil X Uruguai, na Arena Pernambuco

Campeão de notificações de casos suspeitos de microcefalia, malformação relacionada ao vírus Zika, Pernambuco vai receber, na capital Recife, cerca de 2 mil turistas uruguaios para o jogo Brasil x Uruguai, que ocorre na sexta-feira (25), na Arena Pernambuco, às 21h45. O jogo é de eliminação para a Copa do Mundo da Rússia 2018.

Durante a apresentação do Plano de Ação de Governo para o evento, o secretário estadual de Turismo, Felipe Carreras, disse que as notícias sobre o vírus Zika não intimidaram os turistas estrangeiros. "Dos jogos realizados no Nordeste - tem um no Ceará e outro na Bahia - Pernambuco está recebendo o maior número de turistas estrangeiros. Quase 5% do público é uruguaio, 2 mil visitantes", comemora. Os 44.730 ingressos que estavam disponíveis se esgotaram.

Para prevenir casos de arboviroses (dengue, chikungunya e zika) transmitidas pelo Aedes aegypti, a secretaria de saúde informou que, desde o dia 15 de março, houve reforço nas ações de controle do mosquito na Arena Pernambuco, nos hotéis das delegações e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e também na área hoteleira como um todo, com aplicação de larvicida e eliminação de focos de água parada. No dia do jogo vão ser distribuídos 50 mil sachês de repelente doados por uma empresa para o evento.

O Estádio, que foi construído para a Copa do Mundo, deixa de ser cedido à Odebrecht em abril e passa à gestão pública, por decisão do governo estadual, que rescindiu contrato com a operadora Arena Pernambuco Negócios e Participações, liderada pela Odebrecht.

Público

Além da torcida do Uruguai, Pernambuco também vai receber pessoas de outros estados do Nordeste para ver o jogo. Dezesseis por cento do público é de nordestinos. Os pernambucanos ocupam 56% das cadeiras da Arena e 23% é formada por grupos cujo número de ingressos não permite à CBF identificar a origem. O estado calcula que pelo menos 7% desse restante venham de outros estados do Brasil.

A expectativa do governo é que os turistas movimentem mais de R$ 10 milhões. O estado vai receber cerca de 8 mil visitantes para assistir a partida, que acabam aproveitando para conhecer outras atrações - e movimentam a economia local. A secretaria calcula que os turistas estrangeiros fiquem, em média, 7 dias no Recife, enquando os brasileiros de fora, devem ficar 4 dias em média.

Segundo o secretário Felipe Carreras, o turismo tem crescido no estado, a despeito do vírus Zika. "Fernando de Noronha está com a melhor ocupação da sua história. A gente tem tido resultado muito favorável. Essa questão cambial tem favorecido o turismo interno. O brasileiro está viajando mais dentro do Brasil, o nordestino dentro do Nordeste, o pernambucano viajando dentro do seu próprio estado. Também estamos recebendo mais turistas internacionais, na medida em que a sua moeda vale mais dentro do Brasil, e o turismo tem sido um capítulo especial desse cenário de crise, se transformando em um cenário de oportunidade para os pernambucanos", avalia.

Jogo

Durante a apresentação do Plano de Ação, os secretários estaduais presentes repetiram diversas vezes a recomendação de que o público chegue cedo para garantir a entrada de forma tranquila. Para isso, foi montado um esquema de atrações e de mobilidade para incentivar as pessoas a chegarem horas antes, usando o transporte público.

"Estamos oferecendo vários modais de transporte com segurança, qualidade e em boa quantidade. É permitida a venda de bebida alcoólica no estádio, então nada mais lógico que deixar o carro em casa", reforçou o secretário das Cidades, André de Paula.

Uma das opções é usar o metrô (R$ 1,60) até a estação Cosme e Damião e depois pegar um ônibus (R$ 2,80) até a arena. O metrô funciona em horário especial no dia do jogo, até 1h30, mas a bilheteria fecha normalmente às 23h, então é preciso comprar antes a passagem.

Outra opção é o BRT (Bus Rapid Transit) ou Transporte Rápido por Ônibus que sai da Praça do Derby, e sai R$ 12 ida e volta. A previsão da Secretaria das Cidades é que a viagem de BRT dure 40 minutos. Ônibus expressos também vão sair dos shoppings Rio Mar e Plaza ao custo de R$ 30 ida e volta, mesmo preço dos transfers disponibilizados a estrangeiros do hotel até a arena.

Quem, mesmo assim, optar pelo carro, deve pagar antecipadamente por uma das 4 mil vagas do estacionamento. A venda é feita pela internet. "Quem não comprar antes a vaga não vai conseguir na hora. Bloqueios no entorno da Arena vão impedir que carros sem o passe tenham acesso ao local", reforçou André de Paula. Para pessoas com mobilidade reduzida, como idosos e pessoas com deficiência, vans estarão disponíveis no Terminal Cosme e Damião.

Para entreter o público que vai chegar cedo ao local, a partir de 15h estão programadas atividades artísticas, como shows, além de carrinhos de comida conhecidos como foodtrucks. Para garantir a segurança, 639 policiais militares estão escalados para o evento, além de 22 policiais civis e 43 bombeiros. Dentro da arena, a Polícia Civil vai ter uma delegacia do torcedor para atender e formalizar ocorrências atendidas tanto dentro como no entorno do estádio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos