Licença de Temer da presidência do PMDB é uma boa solução, diz Renan

Brasília - O senador Romero Jucá participa de sessão plenária no Congresso Nacional para votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o Orçamento Geral da União para 2016 (Antonio Cruz/Agência Brasil)

O senador Romero Jucá assume a presidência do PMDB no lugar de Michel TemerAntonio Cruz/ Agência Brasil

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), considerou hoje (5) uma boa solução para reunificar o partido a licença de Michel Temer da presidência do PMDB a fim de que o senador Romero Jucá (RR) assuma a função.

"O presidente Temer foi eleito pela unanimidade do partido, mas é muito importante que essa unanimidade se refaça a cada momento e acho que o senador Romero Jucá tem todas as condições para refazê-la quando houver necessidade", disse Renan.

Segundo Renan, Jucá reúne todas as condições necessárias para unir o partido. " É um grande quadro, tem relação com quase todos os segmentos do partido e, sem dúvida nenhuma, pode fazer um esforço para a solução", avaliou.

Jucá, que fará um pronunciamento no plenário do Senado sobre o assunto na tarde de hoje, assume interinamente o comando do partido uma semana após ter feito o anúncio oficial do rompimento do PMDB com o governo da presidenta Dilma Rousseff. Desde então, Temer virou alvo de críticas de apoiadores do governo e de petistas, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que nos últimos dias acusou o vice-presidente da República de tramar um golpe contra Dilma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos