Nordeste lidera demanda por viagens no Brasil

Tursitas mexicanos chegam em Porto de Fortaleza para jogo Brasil e Mexico (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A  capital  cearense,  Fortaleza,  é  um  dos  destinos  turísticos  mais  procurados  da  regiãoArquivo/Agência Brasil

A Região Nordeste continua sendo a preferida de quem viaja por destinos brasileiros. Dados do anuário da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) mostram que os nove estados da região respondem por 67,5% da demanda das agências de viagem. A Braztoa reúne 88 associadas localizadas em todo o Brasil.

Ao todo, 2,6 milhões de pessoas viajaram por destinos do Nordeste no ano passado, gerando um faturamento de R$ 4,4 bilhões para as operadoras de turismo. A região aparece como líder em viagens pelo Brasil nas quatro últimas edições do anuário da associação.

"O Nordeste sempre foi um destino relacionado a sol e praia, mas hoje, com o entendimento da importância do destino, os nove estados trabalham muito a cultura, a gastronomia, os roteiros de aventura e luxo, por exemplo. Atualmente, a região consegue oferecer todos os tipos de experiências para os consumidores", detalha a presidente da Braztoa, Magda Nassar.

Bahia, Ceará e Pernambuco são os estados mais procurados pelos viajantes, mas ela ressalta que existe um esforço conjunto de promoção da região, com feiras e iniciativas que ressaltam o destino Nordeste como um todo.

Turismo com dólar alto

Embora a alta do dólar tenha criado condições favoráveis para viagens por destinos nacionais, o câmbio não foi tão significativo para o setor, segundos dos dados do anuário da Braztoa. O aumento do faturamento com roteiros nacionais foi de apenas 6,4% em relação a 2014. O dado geral também reflete o pouco impacto do dólar nas viagens: queda de 7% no faturamento das agências associadas à Braztoa. Para Magda, o número é pouco significativo.

"Quando uma pessoa foca num destino de férias, ela faz o possível e trabalha isso de forma que seja possível ir para aquele lugar. O dólar aumentou muito, mas há muitas promoções para destinos internacionais. Era esperado que tivéssemos uma queda brutal no [turismo] internacional e um aumento brutal no nacional, pensando que haveria uma troca de destinos de viagens, mas isso não aconteceu."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos